Estudo de Dedilhado 03

On 1 de July de 2012, in Estudo de Dedilhado, by Celso Nery


Hinário Cifrado Estudo 03

por Celso Nery


Nesse estudo toca-se o dedo médio na 2° corda (SI) mantendo o polegar apoiado na 5° corda

Hinário Cifrado

no Blog

Estudo de Dedilhado 04
hinariocifrado.com/formula-magica/estudo-de-dedilhado-4/


Tagged with:
 

Estudo de Dedilhado 02

On 1 de July de 2012, in Estudo de Dedilhado, by Celso Nery


Hinário Cifrado Estudo 02

por Celso Nery


Nesse estudo você deve tocar o dedo indicador na corda 3 (Sol)

Hinário Cifrado

o polegar deve ficar apoiado na 5° corda (Lá) como mostra a foto

 

Hinário Cifrado



no Blog

Estudo de Dedilhado 03
hinariocifrado.com/formula-magica/estudo-de-dedilhado/


Tagged with:
 

Tablaturas Origem

On 1 de July de 2012, in Tablaturas CCB, by Celso Nery


Origem

.

O primeiro registro que se tem de sua existência na Europa é por volta de 1300.

.

Na Ásia existem tablaturas muito mais antigas.

Tablaturas para alaúde eram de três principais variedades: francesa, italiana (também bastante usada na Espanha, Baviera e sul da França) e a alemã.

.

Uma variedade especial de tablatura italiana, chamada “napolitana” esteve em uso no sul da Itália, e uma variedade polonesa da tablatura francesa aperece em um único manuscrito.

.

A tablatura francesa gradualmente passou a ser a mais usada. Tablaturas para outros instrumentos também eram usadas desde a Renascença.

.

Tablaturas para teclado floresceram na Alemanha entre 1450 e 1750 e na Espanha entre 1550 e 1680.

.

Muito da música para alaúde e outros instrumentos históricos de cordas pinçadas durante a renascença e o barroco eram originalmente escritas em tablatura

.

e muitos intérpretes modernos desses instrumento ainda preferem esse tipo de notação, muitas vezes usando facsímiles das impressões originais ou manuscritos

.

cópias manuscritas, edições modernas em tablatura ou versões feitas com o auxílio de programas de computador.

 

Conceitos

.

Enquanto notação musical padrão representa o ritmo e a duração de cada nota e a sua altura relativa à escala baseada em uma divisão em doze partes (tons) da oitava

.

a tablatura é mais ‘operacional’, indicando quando e onde colocar os dedos para gerar uma notade forma que a altura é denotada implicitamente.

.

Os símbolos rítmicos da tablatura dizem quando iniciar uma nota, mas quase nunca há uma indicação precisa de quanto tempo ela deve durar, então, a duração fica muito mais a critério do intérprete do que na notação convencional.

.

Por isso é comum dizer que a tablatura é uma notação prescritiva e a notação convencional (em pauta), descritiva.

.

A tablatura para cordas pinçadas é baseada sobre uma representação em diagrama das cordas e trastes do instrumento.

.

A de teclado mostra as teclas do instrumento e a de flautas mostram que furos devem ser mantidos abertos ou fechados

.

Exemplo

Neste esquema, as linhas representam as cordas (da mais aguda para a mais grave)

 

E——————- -> Corda mais fina ( Mi )

B——————-

G——————-

D——————-

A——————-

E——————- -> Corda mais grossa ( Mi )

Vejamos outro exemplo:

- as cordas E e A devem ser tocadas soltas (0) ao mesmo tempo

- as cordas E e A devem ser tocadas no primeiro traste (1) ao mesmo tempo

- as cordas E e A devem ser tocadas no segundo traste (2) ao mesmo tempo

- as cordas E e A devem ser tocadas no terceiro traste (3) ao mesmo tempo

E——————————————————

B—————————————————–

G——————————————————

D——————————————————

A——————————————————

E—0–1–2–3—————————————–


no Blog

Tablaturas CCB

hinariocifrado.com/category/tablaturasccb/

 

Tagged with:
 

Tablaturas CCB Hino 410

On 1 de July de 2012, in Tablaturas Hinos CCB, by Celso Nery

 

Hino 410 Consagrados sejamos à Deus

por Phillipe Faleiros

 

Tablaturas CCB


no Blog

Hino 415 Tablaturas CCB
hinariocifrado.com/tablaturasccb/hino-415/

 

Tagged with:
 

Tablaturas CCB Hino 415

On 1 de July de 2012, in Postagens, Tablaturas Hinos CCB, by Celso Nery

 

Tablaturas CCB Hino 415

Ó meninos exaltemos

por Phillipe Faleiros

 

Tablatura CCB


 

.Não deixe de ver

_________________________________________________________________

no Blog

Hino 442 Tablaturas CCB
hinariocifrado.com/tablaturasccb/hino-442/

Exercícios

Avulsos CCB



.

.

Inscreva-se no blog gratuitamente e receba todas a novidades diretamente no seu email

Feedburner Hinário Cifrado.com

 


.

Tablaturas CCB Hino 442

On 1 de July de 2012, in Postagens, Tablaturas Hinos CCB, by Celso Nery

 

Tablaturas CCB Hino 442 Comigo está Jesus

por Phillipe Faleiros

 

Tablaturas CCB


no Blog

Hino 422 Tablaturas CCB
hinariocifrado.com/tablaturasccb/hino-422/

 

Tablaturas CCB Hino 422

On 1 de July de 2012, in Tablaturas Hinos CCB, by Celso Nery

 

Tablaturas CCB Hino 422 Deus por nós, tem grande amor

por Phillipe Faleiros

 

Tablaturas CCB


no Blog

Hino 22 Tablaturas CCB
hinariocifrado.com/tablaturasccb/hino-22/

 

Tablaturas CCB Hino 22

On 1 de July de 2012, in Postagens, Tablaturas Hinos CCB, by Celso Nery

 

Hino 22 Conserva a paz

por Phillipe Faleiros

 

Tablaturas CCB


no Blog

Hino 251 Tablaturas CCB
hinariocifrado.com/tablaturasccb/hino-251/

 

Cifras CCB Acordes

On 1 de July de 2012, in Cifras CCB, Postagens, by Celso Nery


Cifras CCB Acordes

É um sistema de notação musical usado para indicar através de símbolos gráficos ou letras os acordes a serem executados por um instrumento musical (como por exemplo uma guitarra).

.

As cifras são utilizadas principalmente na música popular, acima das letras ou partituras de uma composição musical, indicando o acorde que deve ser tocado em conjunto com a melodia principal ou para acompanhar o canto.

 

Este tipo de notação ou cifragem indica ao executante o acorde que ele deve usar, mas deixa a sua sensibilidade musical responsável pela maneira exata na qual ele executará os acordes.

 

A imagem abaixo mostra dois exemplos de cifras, sobre uma partitura.

 

Sobre o primeiro compasso, um diagrama de acorde, indica os pontos no braço do violão em que as cordas devem ser pressionadas para formar o acorde (neste caso um acorde de Fá maior).

 

No segundo compasso, é utilizada uma cifra em forma de texto.

 

Neste caso é apenas o símbolo do acorde que é indicado (Lá sustenido maior).

Cifras.png

Forma textual

A forma mais comum das cifras, no entanto, utiliza letras, números e símbolos musicais para indicar a nota fundamental do acorde e sua estrutura, indicando se ele é maior ou menor, o uso de intervalos adicionais como quartas, sextas, sétimas e nonas ou a inversão do acorde.

.

Um músico experiente é capaz de reconhecer as estruturas indicadas pelas cifras e reproduzir imediatamente o acorde indicado.

.

Regra de formação

A nota fundamental é definida pelo sistema de notação alfabética em que o nome de cada nota musical corresponde a uma letra de A a G, com sustenidos ou bemóis quando necessário:


Tagged with:
 

Acentos

On 1 de July de 2012, in Figuras e Estudos, Postagens, by Celso Nery


Acentos

Acentos indicam como notas individuais devem ser tocadas.

A combinação de vários símbolos pode indicar com mais precisão a execução esperada.

 

Music-staccato.png

Staccato

A nota é destacada das demais por um breve silêncio.

Na prática há uma diminuição no tempo da nota.

Literalmente significa “destacado”.

Music-staccatissimo.png

Staccatissimo

A nota é mais curta ficando mais separada das demais.

Music-marcato.png

Acento

A nota deve ser atacada com vigor e suavizada em seguida.

Music-pizzicato.png

Pizzicato

Uma nota de um instrumento de corda com arco, em que a corda é pinçada ao invés de tocada com o arco.

Music-snappizzicato.png

Snap pizzicato (pizzicato Bartók)

Em um instrumento de corda indica que a corda é muito esticada longe do corpo do instrumento e solta para provocar um estalo.

Music-harmonic.png

Harmônica natural

Tocada em um instrumento de corda pela divisão suave da corda em frações da série harmônica.

Produz um timbre diferente da execução normal.

Music-tenuto.png

Tenuto

Uma nota sustentada.

A combinação de um tenuto com um staccato produz um “portato”, ou portamento em que cada nota é tocada pelo tempo normal, como o marcato mas levemente ligada às notas vizinhas.

Music-fermata.png

Fermata

Uma nota sustentada indefinidamente, tendo sua duração original prolongada ao gosto do executante.

A fermata também pode aparecer sobre pausa, indicando uma suspensão, ou sobre a barra de compasso, indicando uma cesura.

Music-upbow.png

Sull’arco

Em um instrumento de corda, a nota é produzida pela subida do arco.

Music-downbow.png

Giù arco

Como o anterior, mas na descida do arco.

.


no Blog

Modos de Articulações
hinariocifrado.com/notacaomusical/modos-de-articulacoes/

 

Tagged with:
 

Modos de Articulações

On 1 de July de 2012, in Figuras e Estudos, Postagens, by Celso Nery

Articulação

Music-tie.png

Ligadura

A ligadura é um sinal de forma semicircular que se coloca acima ou abaixo das notas para ligar sons.

Existem 3 tipos de ligadura: valor, articulação e de frase ou fraseado.

A de valor é a união de duas ou mais notas da mesma altura e mesmo nome.

As durações das notas são somadas e ela é tocada como uma única nota.

A ligadura de articulação liga duas notas de nomes diferentes.

A ligadura de frase ou fraseado liga três ou mais notas de nomes diferentes.

Music-legato.png

Legato

Notas cobertas por este símbolo devem ser tocadas sem nenhuma interrupção como se fossem uma só.

Music-glissando.png

Glissando

Uma variação contínua de altura entre os dois extremos.

Music-ligature.png

Marca de fraseado

Indica como as notas devem ser ligadas para formar uma frase.

A execução varia de acordo com o instrumento.

Music-triplet.png

Tercina

Condensa três notas na duração que normalmente seria ocupada por apenas duas.

Se as notas forem unidas por uma barra de ligação, as chaves ao lado do número podem ser omitidas.

Grupos maiores podem ser formados e recebem o nome genérico de quiálteras, em que um certo número de notas é condensado na duração da maior potência de dois menor que aquele número.

Por exemplo, seis notas tocadas na duração que seria ocupada por quatro notas.

Music-triad.png

Acorde

Três ou mais notas tocadas simultaneamente.

Se apenas duas notas são tocadas isso é chamado de intervalo.

Music-arpeggio.png

Harpejo ou arpeggio

Como um acorde, mas as notas não são tocadas simultaneamente, mas sim uma de cada vez em seqüência.


no Blog

Fórmula de compasso
hinariocifrado.com/notacaomusical/formula-de-compasso/


.

____________________________________________________________


.

.

Inscreva-se no blog gratuitamente e receba todas as novidades diretamente no seu email

Feedburner Hinário Cifrado.com


…….

Tagged with:
 

Fórmula de compasso

On 1 de July de 2012, in Figuras e Estudos, Postagens, by Celso Nery


Fórmula de compasso

A marcação de Tempo define a métrica das notas, a duração dos compassos e a pulsação da composição.

 

Music-timesig.png

Fórmula de compasso

O númerador indica o tamanho do compasso em batidas ou pulsos.

O denominador indica qual valor de nota (em frações de uma semibreve) serve de referência de tempo para o pulso.

Por exemplo 4/4 indica que há quatro pulsos por compasso e a semínima (1/4 de uma semibreve) é a unidade de tempo.

Music-commontime.png

Tempo quaternário

Este é o tempo mais usado e representa abreviadamente uma fórmula de 4/4.

Music-cuttime.png

Tempo 2/2

Indica um tempo de 2/2.

Music-metronome.png

Marca de metrônomo

Escrita no início da partitura ou após uma mudança de andamento, indica precisamente a duração de uma unidade de tempo (ou de um pulso), em batidas por minuto.

Neste exemplo, a marca indica que 120 unidades de tempo (semínimas) ocupam um minuto, ou que a pulsação é de 120 batidas por minuto (120 BPM).


Artigo relacionado

Armaduras das claves
hinariocifrado.com/notacaomusical/armadura-de-clave/


.


____________________________________________________________


.

.

Inscreva-se no blog gratuitamente e receba todas as novidades diretamente no seu email

Feedburner Hinário Cifrado.com




…….

Tagged with:
 

Armadura de clave

On 1 de July de 2012, in Figuras e Estudos, Postagens, by Celso Nery


Armadura de clave

.

Define a tonalidade da música, indicando quais notas têm sua altura modificada por bemóis ou sustenidos durante toda a música ou até que uma nova armadura de clave seja utilizada.

Se nenhum acidente for colocado junto à clave, o tom da música é Dó maior ou Lá menor.

Os exemplos mostrados estão em clave de sol.

 

Music-keysigflat.png

Armadura com bemóis

Abaixa a altura de todas as notas indicadas pelos bemóis nas posições indicadas junto à clave e as notas de mesmo nome em qualquer oitava.

Os bemóis são acrescentados de acordo com a sequência do ciclo das quartas, ou seja Si♭, Mi♭, Lá♭, Ré♭, Sól♭, Dó♭ e Fá♭.

Tonalidades diferentes são indicadas pelo número de acidentes.

Por exemplo, se os dois primeiros bemóis são usados (Si♭ e Mi♭), a tonalidade é Si♭ maior ou Sol menor.

 

Music-keysigsharp.png

Armadura com sustenidos

Eleva a altura de todas as notas indicadas pelos sustenidos nas posições indicadas junto à clave e as notas de mesmo nome em qualquer oitava.

Os sustenidos são acrescentados de acordo com a sequência do ciclo das quintas, ou seja Fá#, Dó#, Sol#, Ré#, Lá#, Mi# e Si#.

Tonalidades diferentes são indicadas pelo número de acidentes.

Por exemplo, se os quatro primeiros sustenidos são usados (Fá#, Dó#, Sol# e Ré#), a tonalidade é Mi maior ou Dó# menor.


Artigo relacionado

Acidentes
www.hinariocifrado.com/postagens/acidentes/


.


____________________________________________________________


.

.

Inscreva-se no blog gratuitamente e receba todas as novidades diretamente no seu email

Feedburner Hinário Cifrado.com



…….

Tagged with:
 

Acidentes

On 1 de July de 2012, in Figuras e Estudos, Postagens, by Celso Nery


Acidentes e armaduras de clave

Acidentes modificam a altura das notas à sua direita e de todas as notas na mesma posição na pauta até o final do compasso corrente.

Music-doubleflat.png

Duplo bemol

Abaixa a altura da nota em seu nível em um tom(dois semitons).

Music-sesquiflat.png

Bemol e meio

Abaixa a altura da nota que se segue em três quartos de tom.

Music-flat.png

Bemol

Abaixa a altura da nota que se segue em um semitom.

Music-demiflat.png

Meio bemol

Abaixa a altura da nota que se segue em um quarto de tom.

Music-natural.png

Bequadro

Cancela qualquer acidente prévio na mesma nota.

Music-demisharp.png

Meio sustenido

Eleva a altura da nota que se segue em um quarto de tom.

Music-sharp.png

Sustenido

Eleva a altura da nota que se segue em um semitom.

Music-sesquisharp.png

Sustenido e meio

Eleva a altura da nota que se segue em três quartos de tom.

Music-doublesharp.png

Duplo sustenido

Eleva a altura da nota em seu nível em um tom(dois semitons).


no Blog

Figuras das Claves

hinariocifrado.com/notacaomusical/figuras-das-claves/

 

Tagged with:
 

Figuras das Claves

On 1 de July de 2012, in Figuras e Estudos, Postagens, by Celso Nery


Figuras das Claves

Claves definem a faixa de altura ou a tessitura que a pauta representa.

Music-Gclef.png

Clave de Sol

O centro da espiral define a linha onde ela pousa como o Sol 3 (aproximadamente 392 Hz).

Na posição mostrada, o Sol 3 está na segunda linha da pauta.

Music-Cclef.png

Clave de dó

Esta clave indica qual linha representa o Dó central do piano – Dó 3 (aproximadamente 262 Hz).

Nesta posição é a terceira linha que assume a nota Dó 3.

Music-Fclef.png

Clave de Fá

A linha entre os pontos indica o Fá abaixo do Dó central do piano, ou Fá 2 (aproximadamente 175 Hz).

Nesta posição a quarta linha indica a nota Fá 2.

Music-neutralclef.png

Clave de percussão

Usada para instrumentos sem altura definida, em geral instrumentos de percussão. Cada linha ou espaço representa um instrumento diferente em um conjunto de percussão, tal como uma bateria.

Dois estilos de clave de percussão são mostrados aqui.

.


no Blog

Notas e Pausas
hinariocifrado.com/notacaomusical/notas-e-pausas/

 

Tagged with:
 

Notas e Pausas

On 1 de July de 2012, in Figuras e Estudos, Postagens, by Celso Nery


Figuras de notas e pausas

 

Valores de duração de notas e Pausas não são definidas absolutamente, mas são proporcionais à duração das demais notas e pausas.

.

Para efeito de definição a duração de uma semibreve será tomada como uma “duração de referência” (R).

 

Nota

                               Duração

Pausa

Music-octwholenote.png

Máxima

Arcaica. Não é usada desde a música medieval.

Duração R × 8

Maxima rest.PNG
Music-quadwholenote.png

Longa

Arcaica. Não é usada desde a música medieval.

Duração: R × 4

Music-quadwholerest.png
Music-doublewholenote.png

Breve

Arcaica. Não é usada desde a música medieval.

Duração: R × 2

Music-doublewholerest.png
Music-wholenote.png

Semibreve

É a figura usada atualmente como referência de tempo

Duração: R

Music-wholerest.png
Music-halfnote.png

Mínima

Duração: R/2

Music-halfrest.png
Music-quarternote.png

Semínima

Duração: R/4

Music-quarterrest.png
Music-eighthnote.png

Colcheia

Duração: R/8

Music-eighthrest.png
Music-sixteenthnote.png

Semicolcheia

Duração: R/16

Music-sixteenthrest.png
Music-thirtysecondnote.png

Fusa

Duração: R/32

Music-thirtysecondrest.png
Music-sixtyfourthnote.png

Semifusa

Duração: R/64

Music-sixtyfourthrest.png
Music-hundredtwentyeighthnote.png

Quartifusa

Uso extremamente raro

Duração: R/128

Music-hundredtwentyeighthrest.png
Music-beam.png

Notas unidas

linhas de união conectam grupos de colcheias e notas menores, para facilitar a leitura.


no Blog

Linhas
hinariocifrado.com/notacaomusical/linhas/

 

Tagged with:
 

Linhas

On 1 de July de 2012, in Figuras e Estudos, Postagens, by Celso Nery


 

Linhas

por Celso Nery

 

Music-staff.png

Pauta ou Pentagrama

São cinco linhas e quatro espaços.

A pauta musical serve para escrever as partituras (feitas com notas, pausas, claves, etc.)

Music-ledger.png

Linhas e espaços suplementares

São linhas que existem acima ou abaixo da pauta porque nem sempre as 5 linhas e 4 espaços são suficientes para receberem todas as notas da música e representam sons agudos (quando acima da pauta) e sons graves (quando abaixo da pauta).

Music-bar.png

Linhas de compasso

Usada para separar dois compassos.

Music-doublebar.png

Linha de compasso dupla

Usada para separar duas secções da música.

Music-dottedbar.png

Linha de compasso tracejada

Subdivide compassos.

Music-endbar.png

Barra final

Marca o fim de uma composição.


no Blog

Notação Musical
hinariocifrado.com/notacao-musical/

 

Tagged with:
 

Música moderna

On 1 de July de 2012, in Notação Musical, by Celso Nery


Origem

.

Os sistemas de notação musical existem há

milhares de anos

foram encontradas evidências arqueológicas de escrita musical praticada no Egito e Mesopotâmia por volta do terceiro milênio a.C..

.

Outros povos também desenvolveram sistemas de notação

musical em épocas mais recentes

os gregos utilizavam um sistema que consistia de símbolos e letras que representavam as notas, sobre o texto de uma canção

.

Um dos exemplos mais antigos deste tipo é o epitáfio de Seikilos, encontrado em uma tumba na Turquia

http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/b/ba/Seikilos.png

Os Gregos tinham pelo menos quatro sistemas derivados

das letras do alfabeto

a notação musical padrão é escrita sobre uma pauta de cinco linhas, por isso também é chamada de pentagrama

.

O conjunto da pauta e dos demais símbolos musicais, representando uma peça musical é chamado de partitura

.

Seguem-se alguns dos elementos que podemos encontrar numa partitura

 

Representação das durações

 

Tempo e compasso – regulam quantas unidades de tempo devem existir em cada compasso

Os compassos são delimitados na partitura por linhas verticais e determinam a estrutura rítmica da música

.

O compasso escolhido está diretamente associado ao estilo da música, uma valsa por exemplo tem o compasso 3/4 e um rock tipicamente usa o compasso 4/4.

 

Em uma fórmula de compasso, o denominador indica em quantas partes uma

semibreve deve ser dividida para obtermos uma unidade de tempo

(na notação atual a semibreve é a maior duração possível e por isso todas as durações são tomadas em referência a ela)

.

O numerador define quantas unidades de tempo o compasso contém

no exemplo abaixo estamos perante um tempo de “quatro por quatro”, ou seja, a unidade de tempo tem duração de 1/4 da semibreve e o compasso tem 4 unidades de tempo

http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/5/55/MusicXML_Cnatural.png

neste caso, uma semibreve iria ocupar todo o compasso

 


no Blog

Partituras CCB
hinariocifrado.com/category/partiturasccb

 

Tagged with:
 

Hino 251 Tablaturas CCB

On 30 de June de 2012, in Postagens, Tablaturas Hinos CCB, by Celso Nery


Hino 251 Tablaturas CCB

Quem sustenta a nossa vida

por Celso Nery

 

Tablaturas CCB

 


no Blog

Tablaturas CCB Hino 346 Foi grande a tempestade

hinariocifrado.com/tablaturas-ccb

 

Tagged with:
 

Hino 76 Partituras CCB

On 30 de June de 2012, in Partituras de Hinos CCB, Postagens, by Celso Nery


 

Porfiemos irmãos, por entrar em Sião

por Kelvin Borrero

 



no Blog

Partituras CCB Hino 11
hinariocifrado.com/partiturasccb/hino-11

 

Tagged with:
 

Hino 11 Partituras CCB

On 30 de June de 2012, in Partituras de Hinos CCB, Postagens, by Celso Nery


Hino 11 Ó Senhor glorioso, Deus da perfeição

por Celso Nery



no Blog

Partituras CCB Hino 264
hinariocifrado.com/partiturasccb/hino-264

 

Tagged with:
 

Hino 264 Partituras CCB

On 30 de June de 2012, in Partituras de Hinos CCB, Postagens, by Celso Nery


Hino 264 Glória a Jesus, aleluia!

por Kelvin Borrero



no Blog

Partituras CCB Hino 342 Jesus é o nosso guia

hinariocifrado.com/partiturasccb/hino-342

 

Tagged with:
 

Hino 342 Partituras CCB

On 30 de June de 2012, in Partituras de Hinos CCB, Postagens, by Celso Nery


Hino 342 Jesus é o nosso guia

por Kelvin Borrero

 

 



no Blog

Partituras CCB Hino 241
hinariocifrado.com/partiturasccb/hino-241

 

Tagged with:
 

Hino 241 Partituras CCB

On 30 de June de 2012, in Partituras de Hinos CCB, Postagens, by Celso Nery


Hino 241 Soldados valorosos nós somos

por Kelvin Borrero

.

  

 


 


no Blog

Partituras CCB Hino 378
hinariocifrado.com/partiturasccb/salvo-por-seu-poder-hino-378

 

Tagged with:
 

Partituras CCB

On 30 de June de 2012, in Partituras CCB, Postagens, by Celso Nery


Hinário Cifrado

por Celso Nery

 

Todas as partituras aqui postadas foram

transcritas para violão pelo nosso irmão Kelvim Borrero

hinariocifrado.com/category/partituras-ccb

.

Visite o canal do nosso irmão kelvin no You Tube

www.youtube.com/user/kelborgui


no Blog

Partituras CCB

Hino 342 Jesus é o nosso guia

 

Tagged with: